ALIMENTAÇÃO HIPOCALÓRICA COMO TRATAMENTO DE SAÚDE

A Leptina regula o apetite, modulando os efeitos da ingestão de alimentos e o gasto energético, atuando assim na taxa metabólica, além de também ter relação com a quantidade de tecido adiposo em humanos. Porém, genes de leptina polimorfos estão associados à graves riscos para a saúde. ??Em um estudo publicado agora em 2018, LEOŃSKA-DUNIEC Leia mais sobreALIMENTAÇÃO HIPOCALÓRICA COMO TRATAMENTO DE SAÚDE[…]

DIETAS LOW CARB E LONGEVIDADE

Restringir a ingesta de carboidratos pode proteger você de doenças como Hipertensão Arterial e Arteriosclerose. Isso acontece porque o padrão alimentar tem relação com níveis de LDL-C, Pressão Sanguínea e processos inflamatórios. As placas de arteriosclerose são inflamações geradas pela interação entre Macrófagos, Colesterol Oxidado e componentes celulares da parede arterial. As reduções dos fatores Leia mais sobreDIETAS LOW CARB E LONGEVIDADE[…]

USO CRÔNICO DE MACONHA E SEU IMPACTO NO METABOLISMO

O uso crônico da Maconha estimula os receptores Cannabinoides (CB1R e CB2R) e Endocannabinoides, que estão relacionados à importantes regulações de balanço energético, apetite, sensibilidade Insulínica, funções de células BETA pancreática e metabolismo lipídico. Ao que indica, ativar CB1R promove a utilização de lipídios como fonte energética, reduz a resposta Insulínica no tecido muscular esquelético e prejudica a ação e secreção das células beta pancreáticas. Sendo assim, podemos sugerir que a inibição desses receptores pode desempenhar um papel importante no controle de peso corporal, tratar dispilidemia e também tratar a resistência Insulínica. Sendo esse mecanismo um recurso promissor no controle da obesidade e tratamento da resistência Insulínica. […]

MENOS CARBOIDRATOS É MAIS SAÚDE

 Dietas de baixo carboidrato e ricas em gordura estão retornando ao topo dos assuntos nas academias. A intenção é, generalizando, conseguir uma “melhor forma” físico-Estética para se sentir bem, simplesmente. Então, vamos ao que interessa: Elas funcionam? […]

INFORMAÇÃO SOBRE DIABETES

Muitas pessoas estão “assustadas” com as imagens recentes do Romário. Após diagnosticado com hiperglicemia de mais de 500, onde o recomendável é até 99, ele optou por uma cirurgia e, assim, reduzir seu peso. Mas essa é uma estratégia drásticas para casos com risco elevado para a vida. Se você tem hiperglicemia, isso pode ajudar você. […]

DIABETES: Qual o Risco para Você?

 O Diabetes é caracterizado, bem resumidamente falando, pela elevação sistemática da taxa de Glicose Sangüínea. E há duas maneiras de acontecer isso: Falha na produção de Insulina; aumento da Resistência à Insulina. Nesses dois casos a HIPERGLICEMIA é o resultado final.  Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, algumas características são comuns aos diabéticos: Cansaço; Urinar Leia mais sobreDIABETES: Qual o Risco para Você?[…]

COMER ANTES DO TREINO AUMENTA O GASTO CALÓRICO

Em 1987, BIRD e Hay publicaram no BJSM um estudo comparando a influência da alimentação, e do alimento, sobre a frequência cardíaca da pessoa. ??Foram 20 estudantes entre 18 e 26 anos, saudáveis que participaram do seguinte estudo: ?G1: 60g de glicose 1h antes do exercício  ?G3: 60g de glicose 3h antes do exercício ?P1: Leia mais sobreCOMER ANTES DO TREINO AUMENTA O GASTO CALÓRICO[…]

EMAGRECER EM 6 PASSOS

Sobrepeso e Obesidade crescem a cada ano.

Ministério da Saúde divulga dados que mostram o crescimento ano a ano da população com sobrepeso e obesa.

 Quantas pessoas você conhece que está precisando/tentando emagrecer? Informe-se aqui! […]

SAÚDE: Planeje Viver Mais

 É possível traçar uma relação entre o Sedentarismo e uma série de problemas de saúde.  Da Hipertensão à alguns tipos de Câncer (passando por Diabetes e muitos outros problemas de saúde), o Sedentarismo pode ser considerado um “start” para outras doenças. Por outro lado, aderir a uma rotina de Exercícios Físicos pode te trazer diversos Leia mais sobreSAÚDE: Planeje Viver Mais[…]

PRÉ DIABETES: #aForçaSalva

Exercício Físico para Pré Diabéticos  Um estudo de LAURIE e seus colaboradores estudaram, em 2010, se o Treino Resistido (musculação) causaria Redução da Glicose sangüínea em jejum, que entre 100 e 125 mg/dL é caraterizada como Pré Diabetes, e, assim, reduziria o risco de uma evolução da doença (Diabetes Tipo 2).  Os participantes, todos sem/pouca Leia mais sobrePRÉ DIABETES: #aForçaSalva[…]