INFORMAÇÃO SOBRE DIABETES

Muitas pessoas estão “assustadas” com as imagens recentes do Romário. Após diagnosticado com hiperglicemia de mais de 500, onde o recomendável é até 99, ele optou por uma cirurgia e, assim, reduzir seu peso. Mas essa é uma estratégia drásticas para casos com risco elevado para a vida. Se você tem hiperglicemia, isso pode ajudar você.

A Diabetes afetam cerca de 382 milhões de pessoas pelo mundo. Dessas, que representam 8,3% da população, cerca de 90% são diabéticas do tipo 2.  Até 2035 a previsão é um aumento de 55% do total de casos. E qual o papel da atividade física nesse quadro?

?A Resistência Insulínica (Diabetes tipo 2)

Conforme nos alimentamos, liberamos um hormônio chamado Insulina para que ela transporte os açúcares da corrente sanguínea para usá-la como energia ou armazena-la.

?A questão é: quanto maior a quantidade de Insulina circulando, menor será a sensibilidade à ela. Esse processo é mais evidente quando comemos alimentos de alto índice glicêmico. E, quanto maior o índice glicêmico, maior será a resposta do aumento de insulina.

??Recomendações de Atividades Físicas
?Aeróbico

Recomenda-se um mínimo de 150min/Semana acumulados com intensidade de 4-6 (escala de 0-10) de esforço percebido. Em 3 sessões semanais ou mais, sem treinar mais que dois dias consecutivos.

Uma alternativa é treinar 90min/Semana com intensidade de 7-8 de esforço percebido.

O exercício aeróbico pode ser realizado também com diversas sessões diárias de 10min com intensidade moderada à vigorosa.

?Treino de Força

É recomendável um mínimo de 2x/Semana, com dias não consecutivos.

Deve-se priorizar de 1-4 séries por exercícios multiarticulares, podendo totalizar cerca de 5-10 exercícios.

A intensidade, número de repetições, não é um consenso. Pois alguns estudos já mostraram que o resultado é igual independe da intensidade, quando são volumes iguais.

?Combinação Aeróbico e Força

Esse tipo de treino, combinando os dois numa mesma sessão, mostrou-se uma estratégia eficiente para controle de glicemia.

?Flexibilidade

Treinar flexibilidade é recomendável, como complementar, especialmente para idosos diabéticos tipo 2.

??Conclusões
As recomendações de exercícios para diabéticos tipo 2 tendem a ser iguais às de pessoas não diabéticas. Os resultados parecem depender mais da consistência e adesão ao exercício que com a intensidade dele.

Novamente, o volume parece mais determinante que a intensidade.

É importante que se tenha conhecimento de que diabéticos e hiperglicêmicos são mais suscetíveis à lesões articulares. Por isso é preciso estar atento à progressões, etapas do treino, qualidade técnica do movimento e etc.

??Pra finalizar e deixar claro: não usei a foto atual somente pelo fato dele ter apagado. Se ele não usa, em respeito eu não sairei propagando.✌?✌?✌?

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: