MUSCULAÇÃO PREVINE DIABETES

Não só a diabetes! O acúmulo de açúcar no sangue pode causar muitos danos para a sua saúde. Saiba como prevenir!

O acúmulo de açúcar no sangue somado com o avanço da idade, é um responsável pelo aumento de processos inflamatórios. Dentro desse processo, causado pela ligação de carboidratos com proteínas ou lipídeos sem intermediários, faz com que seus produtos AGEs gerem perdas qualitativas e quantitativas das funções de estruturas originais. O acúmulo do produto AGEs, em tecidos e células, está relacionado ao fenótipo e doenças comuns com o avanço da idade.

Algumas células são receptoras de AGEs e, por isso, sofrem maiores danos à presença das AGEs:

?Células do endotélio

?Células musculares lisas

?Células do Sistema Imunitário

?Células Pulmonares, Hepáticas e Renais

A interação entre as células receptoras e as AGEs pode resultar na produção de citocina, responsáveis por processos inflamatórios em nervos, vasos sanguíneos, fígados e outros, podendo levar inclusive à morte.

COMO ELES ACUMULAM?

De forma lenta e progressiva, os AGEs são aumentados e acumulados. Tal acúmulo é causado por eles terem sido ligados à células de vida prolongada e pela sua baixa porcentagem (30%) de eliminação pelos rins.

SOBRE TREINAMENTO DE FORÇA E DIABETES

Em estudo publicado por Luebbers e colaboradores, dois protocolos diferentes intensidades foram testados e suas respectivas capacidades de reduzir a glicose foram avaliados:

?ALTA INTENSIDADE -> 3×8 a 85% 10RM

?BAIXA INTENSIDADE -> 3×15 a 45% 10RM

?CONTROLE -> SEM TREINO

Os voluntários, 15 homens jovens e saudáveis, realizaram realizaram uma sessão de treino e, através da ingestão de líquido hiperinsulinêmico pra testar a tolerância à glicose.

Os exercícios seguram a mesma ordem para os dois grupos e exigiam movimentos com grande massa muscular envolvida.

Os resultados mostraram que, em ambos os protocolos de treino, a redução da glicose circulante foi maior que no grupo que não treinou.

O QUE AS EVIDÊNCIAS SUGEREM?

? O estímulo causado pelo treino parece ser dose-dependente. Isso porquê, tanto no treino intenso quanto no leve, houve redução significativa na quantidade de insulina e açúcar no sangue.

?Já que o volume de treino fora equiparado, tais resultados levam ao raciocínio de que o treino de força é um agente importante na redução de tolerância à insulina, que é uma das causas de Diabetes tipo 2.

?Como prevenção e tratamento, é importante a adoção de um estilo de vida saudável e, com base nessa evidências científicas, seguir um planejamento de treinamento resistido é parte importante para a manutenção da saúde.
Referência:  Effects of intensity and
volume on insulin sensitivity during acute bouts of resistance
training. J Strength Cond Res 24(4): 1109–1116, 2010

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: