PREVENINDO QUEDAS EM IDOSOS

Idosos com risco aumentado de quedas acabam por desenvolver diversos problemas de saúde, principalmente relacionados ao sedentarismo e até demências, já que uma vida menos social e com menor raio de distância diária percorrida favorece o desenvolvimento de demências e depressão (já explicado aqui).


Para esse e outros públicos, o Treino de Força é capaz de promover maior/melhor independência e diminuir o risco de quedas. Porém, para tornar a prescrição mais precisa e eficiente, um grupo de pesquisadores (Barker; Bird; Talevski) fizeram uma extensa pesquisa sobre artigos publicados que correlacionavam a prática de Pilates com o equilíbrio em idosos.

Foram revisto 309 artigos, sendo que somente 6 contemplaram as exigências e, dentro desses, os que adotaram um programa de exercícios onde houve uma exigência moderada/alta de equilíbrio.

Esse estudo corrobora com outros sobre o ganho em equilíbrio e funcionalidade em idosos, principalmente frágeis (condição clínica desfavorável), sem que ocorra o aumento da força. Esse tipo de abordagem pode tornar o trabalho do profissional de educação física ainda mais expansivo e direcionado, para que uma nova abordagem seja criada em intervenções com o público idoso.

É de extrema importância que a intervenção seja feita com MUITO CUIDADO para que a saúde do idoso seja preservada. É preciso estar resguardando o idoso a todo momento, para que tais intervenções baseada em equilíbrio não causem um revés, ao invés de benefícios, para tal público.

 fonte:▸ Barker AL, Bird ML, Talevski J. Effect of Pilates exercise for improving balance in older adults: a systematic review with meta-analysis. Arch Phys Med Rehabil 2015;96:715–23.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: