EMAGRECER EM 6 PASSOS

Sobrepeso e Obesidade crescem a cada ano.

Ministério da Saúde divulga dados que mostram o crescimento ano a ano da população com sobrepeso e obesa.

 Quantas pessoas você conhece que está precisando/tentando emagrecer? Informe-se aqui!

Apenas Dieta:

 As dietas da moda, geralmente restritivas, apresentam uma elevada eficiência no curto prazo. Com redução de peso corporal drástica no início, elas apresentam uma taxa muito menor de eficiência no médio e longo prazo. Apenas 30% conseguem manter menos de 10% perdido por menos de 5 anos.

 Em pessoas saudáveis, o método restritivo parece ser prejudicial, pois tende a ocorrer uma série de efeitos cascatas quando o indivíduo restringe certo tipo de alimento:

urso branco e o pensamento irônico para o emagrecimento dieta

O Efeito Urso Branco é o stress que uma restrição faz com que você pense somente no animal restrito.

 Urso Branco: Se eu te falasse para anotar num papel diversos animais pelos próximos 5 minutos. Você deveria anotar qualquer animal que passasse na sua mente. Porém, eu te diria para restringir um animal específico: Urso Branco. No final dos 5 minutos, quantas vezes você teria pensado num Urso Branco?

 Restringir um determinado tipo de alimento fará você ter pensamento fixo nele, tornando sua restrição ainda mais difícil. O

restringir alimentos ajuda a emagrecer de forma rápida.

Dietas Restritivas costumam ser mais eficientes no curto prazo. Porém, como sua adesão é dificultada e não raramente gera fadiga mental, ela acaba sendo deixada de lado em curto tempo.

que pesquisas sugerem é que, assim que você cria esse pensamento obsessivo, você passa a conviver com um aumento do nível de Fadiga Mental, fazendo com que ocorra maior secreção de cortisol. Esse hormônio tende a favorecer o acúmulo de gordura corporal e a redução da taxa metabólica basal.

 What The Hell: Ao menor deslize ou apenas a interpretação dele, como no caso de você julgar ter comido uma fatia um pouco maior do que deveria da pizza, ocorre um aumento do efeito “que se dane”. Exemplificando, indivíduos que faziam dieta tiveram uma tendência maior a comerem maior quantidade de Cookies quando comparados com pessoas que não faziam qualquer dieta. Como se ja não bastasse, há uma tendência em se ganhar mais peso que anteriormente à dieta restritiva.

Dieta e Exercício:

 Praticar exercícios físicos combinado com dieta ainda é motivo de debates quando se fala em emagrecimento. Muitas pesquisas dizem que a combinação não demonstra resultados ao médio e longo prazo. Mas, de fato, o que as pesquisas costumam quantificar é apenas o peso corporal total.

Treinamento resistido é ideal tanto para evitar a diminuição de massa magra quanto para aumenta-la.

Precisamos quebrar um paradigma: Hipertrofia não é apenas o que um atleta consegue fazendo uso de EAs. Hipertrofia são adaptações praticamente inerentes ao trabalho resistido. E você não precisa ficar como atletas para ter os benefícios da hipertrofia.

 Taxa Metabólica Basal: É preciso levar em consideração a grande contribuição da TMB para o aumento do gasto calórico diário e emagrecimento. Estima-se que a TMB seja responsável por cerca de 60-70% do gasto calórico diário da pessoa. O que isso significa? Criar estratégias para o aumento da TMB é uma bela estratégia para pensar em emagrecimento.

 Enquanto dietas restritivas tendem a diminuir a TMB, a prática regular de Exercícios Físicos pode ser uma grande aliada para diminuir a quantidade de Massa Magra e elevar, ou evitar a redução, da TMB.

 Massa Magra: Ela é fundamental para a elevação da TMB. Quanto maior a quantidade de Massa Magra, maior o impacto direto e positivo no aumento da TMB. Para emagrecer, pense em estratégias mais sólidas para o aumento de Massa Magra.

escadas para estimular a adoção de um estilo de vida saudável

Sabemos que o HIIT é um dos métodos mais eficientes para a redução do peso corporal. Então, que tal adotar uns lances de escada como um HIIT?

LifeStyle:

 Pense na seguinte questão: Exercícios físicos intensos são grandes aliados na redução de peso. Por que não adotar rotinas com essas atividades?

 Rotinas que podem ser adotadas: Subir alguns lances de escada todos os dias. Seja na hora de chegar

no trabalho, no momento em que volta do lanche/almoço. Estacionar o carro um pouco mais longe, descer do ônibus um ponto antes, caminhar até um restaurante mais longe na hora do almoço. São diversas estratégias que podem estar ao seu alcance sem que precise ir para uma academia. E, mesmo que vá a uma academia, adotar uma rotina mais ativa fisicamente é um investimento para a sua qualidade e expectativa de vida!

Terapias e Grupos:

Essa é uma das mais atuais linhas de trabalho. As questões relacionadas ao meio que vive, à rotinas de elevado stress e questões relacionadas à satisfação/felicidade pessoal, está tomando cada vez mais espaço.

Grupos de apoio, como o famoso Vigilantes do Peso; ter um parceiro que estimule e ajude a adotar um estilo de vida mais saudável; evitar gatilhos de situações onde se come por questões emocionais. São estratégias que uma equipe multidisciplinar pode ajudar.

Uma questão também muito interessante, é que a adoção de um programa de exercícios físicos e uma rotina ativa fisicamente podem reduzir a fadiga mental. Pode ajudar a desenvolver uma autoimagem e um maior entendimento sobre sua saúde, o que ajudaria na adoção de todo um estilo de vida mais saudável.

Para se manter motivado(a):

Primeira sugestão: Esqueça a fileira de doces e biscoitos do supermercado. Simplesmente não passe por elas.

Segundado sugestão: Não leve o peso mostrado na balança como referência. Pense no percentual de gordura corporal, nas medidas de circunferência, e, ainda mais fácil, esteja atento(a) às roupas que ficaram mais largas. Peso corporal total não é um bom parâmetro para qualificar o emagrecimento de uma pessoa fisicamente ativa.

Placa de ateroma causada pela alteração de lipídeos no sangue.

A Dislipidemia é uma alteração das taxas de gordura no sangue. Como consequência, a formação de placa aterosclerótica que impede o fluxo sangüíneo normal. Podendo causar infarto e isquemia.

A Primeira Intervenção:

Antes mesmo de pensarmos em uma redução de peso corporal, é preciso pensarmos em reduzir os riscos de mortalidade causados pelo estilo de vida sedentário.

 Primeira abordagem: A Saúde! Praticar exercícios físicos pode ajudar a reduzir o risco de Diabetes, Hipertensão Arterial Sistêmica e Dislipidemia. Todas essas são conhecidos fatores que aumentam a chance de doenças cardiovasculares.

Segunda abordagem: Uma reprogramação do padrão alimentar, feita por um profissional da área, é capaz de gerar ganhos permanentes reduzindo a fadiga mental, e, consequentemente, sem as recaídas comuns em dietas restritivas. A mudança do padrão alimentar é a maneira mais eficiente de manter os resultados no longo prazo.

A sua saúde agradece!

fonte:

Br J Sports Med. Exercise and diet in weight management: updating what works.

Macfarlane DJ1, Thomas GN.

Revista Scientific American: Mente Cérebro / Ano XI N°279

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: