TREINO DE FORÇA MELHORA O DESEMPENHO DE CORREDORES

 O Treino de Força vem se mostrando uma das melhores estratégias para a melhora de quadros relacionados à saúde e, também, importantes melhorias no desempenho esportivo.Embora algumas pessoas ainda tenham aquela crença de que treinar força piora o desempenho em esportes de resistência, a ciência vem demonstrando justamente o contrário.

 Tanto através do aumento da capacidade neuromuscular e melhora no recrutamento de unidades motoras, quanto pela redução do tempo de contato com o solo, o Treino de Força tem muito potencial para ser o diferencial para o Treino de Endurance de atletas e praticantes recreativos.

 E, em provas de médias e longas distâncias, ser capaz de manter a qualidade técnica é determinante para um desempenho otimizado e seguro.

 Esteve-Lanao e colaboradores, publicaram um estudo chamado “Running-Specific, Periodized Strength Training Attenuates Loss of Stride Length During Intense Endurance Running” em 2008 no JSCR.

 No estudo, 18 atletas treinados (sub elite) foram dividos em 3 grupos:

  1. Grupo com Treino de Força Periodizado
  2. Grupo com Treino de Força Não Periodizado
  3. Grupo sem Treino de Força

?Durante as 4 primeiras semanas, todos os grupos fizeram um programa básico de exercícios resistidos. As sessões de treino incluíam exercícios isométricos, séries com longas repetições, com baixa velocidade e sem falha mecânica.

? Já nas 8 semanas seguintes, o grupo Treino de Força Periodizado mudou a rotina. Foram realizados exercícios com alta velocidade, cargas leves, menor número de repetições e alguns blocos com saltos movimentos com gestos mais parecidos com os da corrida. Também foram realizados exercícios pliométricos.

 A diferença, entre os dois grupos que treinaram força, não fora os exercícios.

 Ambos os grupos que treinaram força fizeram os mesmos exercícios, porém os exercícios foram feitos todos. O grupo controle não fez qualquer tipo de treino de força.

?Após as 8 semanas de treinamento específico, já no período competitivo de 4 semanas, todos os grupos fizeram treinos de força esporádicos. Sem seguir qualquer periodização, realizando somente exercícios leves e alguns pliométricos.

Durante o período competitivo, os pesquisadores analisaram a capacidade de manter a amplitude e velocidade da passada dos atletas. E os resultados mostraram os seguintes dados:

?Todos que treinaram força conseguiram obter melhores resultados no SLS (amplitude e velocidade da passada) que o grupo que não treinou força

?O grupo que treinou força de maneira periodizada conseguiu melhorar o desempenho

?O grupo que treinou força sem periodização perdeu desempenho, embora ainda tenha sido superior ao que não treinou força 

??Sim, o treino de força responde positivo no rendimento da corrida.

??Sim, organizar o treino de maneira periodizada é melhor que treinar a esmo.

Quanto mais específico o gesto, melhor.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: